Grupo Ruah

CANTOS P/ MISSA DO 17º DOMINGO COMUM – ano A

Data desta celebração: 30/07/2017

Leituras

 

1ª leitura: 1Rs 3,5.7-12 = Pediste-me sabedoria.

Salmo Responsorial: Sl  118 = Como eu amo, Senhor, a vossa lei, vossa Palavra!

2ª leitura: Rm 8,28-30 = Predestinados para sermos conforme seu Filho.

Evangelho: Mt 13,44-52 = Ele vende todos os seus bens e compra aquele campo.

 

Abaixo, seguem alguns cantos litúrgicos (cifras e áudio) indicados para esta celebração:

 

 

ENTRADA

(“Vai começar a missa”, de Grupo Ruah)

 

Intro: F#7  D  B7

 

E                       A                B7                   E

Vai começar a missa e o amor de Deus está 
         A          E            F#7                B7
Bem junto a nós, inundando este lugar!

E                       A                B7                   E

Vai começar a missa e o amor de Deus está 
          A         E            F#7     B7        E
Bem junto a nós, inundando este lugar!
 
A7                                  E            (C#m B7)
     De coração aberto eu vou estar

A7                                   E         (C#m B7)
     E com entusiasmo me entregar

          F#7             D          B     B7
 Pra cantar, pra louvar, celebrar...

 

     E                     A                B7                   E

... Já começou a missa e o amor de Deus está....

 

SALMO RESPONSORIAL

Salmo 118

 

Am     A7               Dm               Am               E7 Am

Como eu amo, Senhor, a vossa lei, vossa palavra!

 

    A7                                                     Dm

1) É esta a parte que escolhi por minha herança:

        G7                                  C

observar vossas palavras, ó Senhor! 

F                                   Dm

A lei de vossa boca, para mim,

        E7                                         Am

vale mais do que milhões em ouro e prata.

 

2) Vosso amor seja um consolo para mim,

conforme a vosso servo prometestes.

Venha a mim o vosso amor e viverei,

porque tenho em vossa lei o meu prazer!

 

3) Por isso amo os mandamentos que nos destes.

mais que o ouro, muito mais que o ouro fino!

Por isso eu sigo bem direito as vossas leis,

detesto todos os caminhos da mentira.

 

4) Maravilhosos são os vossos testemunhos,

eis por que meu coração os observa!

Vossa palavra, ao revelar-se, me ilumina,

ela dá sabedoria aos pequeninos.

 

ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

(“Buscai primeiro”, de Pe. Jonas Abib)

 

     D          A/C#     Bm      Bm/A  G  D/F#  Em   A

1) Buscai primeiro o reino de Deus e a sua justiça

D          A/C#      Bm             Bm/A    G D/F#     A D   (A7)

e tudo o mais vos será  acrescentado. Aleluia, Aleluia!

 

2) Não só de pão o homem viverá, mas de toda palavra

que procede da boca de Deus. Aleluia, Aleluia!

 

3) Se vos perseguem por causa de mim, não esqueçais o porquê,

não é o servo maior que o Senhor. Aleluia, Aleluia!

 

APRESENTAÇÃO DAS OFERENDAS

(“Só por Ti, Jesus”, de Mensagem Brasil)

 

           E7+       A/E                    B/C# C#m  B/C# C#m

Só por Ti, Jesus, quero me consumir,

                          A7+                 F#m                              A/B

Como vela que queima no altar,      me consumir de amor.

           E7+       A/E                    B/C# C#m  B/C# C#m

Só em Ti, Jesus, quero me derramar,

                           A7+             A/B                            E      (E7)

Como o rio se entrega ao mar, me derramar de amor.

 

            A7+                                 B/A

Pois Tu és o meu amparo, o meu refúgio,

                         B/C#  C#m  B/C#  C#m

és alegria de minh’alma.

          A7+                             B/A                G#m7

Só em Ti repousa a minha esperança, não vacilarei,

                 C#m7          F#m7        D  A/C#  A/B

e mesmo na dor, quero seguir até o fim.

 

COMUNHÃO

(“O meu reino tem muito a dizer”, de Frei Fabreti)

 

               A                       F#m            C#m                            D  

1) O meu Reino tem muito a dizer: não se faz como quem procurou

          A                           B7          E            A                            F#m 

aumentar os celeiros bem mais e sorriu! Insensatos, que valem tais bens,

           C#m                      D                  A                        E      A      A7

se hoje mesmo terás o teu fim? Que tesouros tu tens pra levar além?

 

  D                   A        F#7   Bm         E            D   A  A7 

Sim, Senhor, nossas mãos vão plantar o teu Reino!

 D              A         F#7   Bm      E           A    (D  A E7)  

O teu Pão vai nos dar    teu vigor, tua paz!

 

2) O meu Reino se faz bem assim: se uma ceia quiseres propor,

Não convides amigos, irmãos e outro mais: sai à rua à procura de quem

Não puder recompensa te dar, que o teu gesto lembrado será por Deus!

 

3) O meu Reino quem vai compreender? Não se perde na pressa que tem

Sacerdote e levita que vão se cuidar. Mas se mostra em quem não se contém,

Se aproxima e procura o melhor para o irmão agredido que viu no chão.

 

PÓS-COMUNHÃO

(“O Tesouro”, de Gen Rosso)

 

    A                       C#m        Bm  E                       A   F#7

1) Tu me deste um tesouro   /  Brilha mais do que o sol

Bm7  E7                      A  E/G#  F#m           Bm7         D/E          A     D/E

Não,     ninguém mais o le—va——rá      /   Porque está dentro de mim

 A                      C#m      Bm E7               A   F#/A#

Nada era o que eu tinha  /  Como nada passou

Bm7   E7         A   E/G#  F#m      Bm7       D/E        A     E/G#

Tudo,   tudo deixei     porque       /  Não me falava de Ti

 

F#m                       C#m        D                E7             A

Tu é meu grande tesouro  /  Tu que me deste o amor

E                             D        D#º                      A/E  E/F#                 Bm7  E   E7/5+

Vivo e sempre reencontro     no amor a alegria         de me libertar

 

2) Já, em Ti me perdi / Minha vida Te dei

Mas, eu seu que a encontrarei / Lá, onde está meu tesouro

 

ENVIO

(“Balada por um Reino”, de Pe. Zezinho)

 

          E                         B7                                 E

1) Por causa de um certo reino, estradas eu caminhei

                                 B7                                      E 

Buscando, sem ter sossego, o reino que eu vislumbrei

       E7                A        B7                        E

Brilhava a estrela d”alva e eu quase sem dormir

         A                      E                               B7                        E

Buscando este certo reino e a lembrança dele a me perseguir (bis)

 

Solo:  A E B7 E

 

2) Por causa daquele reino, mil vezes eu me enganei

Tomando o caminho errado, errando quando acertei

Chegava ao cair da tarde, e eu quase sem dormir

Buscando este certo reino e a lembrança dele a me perseguir

 

3) Um filho de carpinteiro que veio de Nazaré

Mostrou-se tão verdadeiro, pôs vida na minha fé

Falava de um novo reino, de flores e de pardais

De gente arrastando a rede, que eu tive sede da sua paz

 

4) O filho de carpinteiro falava de um mundo irmão

De um Pai que era companheiro; de amor e libertação

Lançou-me um olhar profundo, gelando o meu coração

Depois me falou do mundo, e me deu o selo da vocação

 

5) Agora quem me conhece, pergunta se eu encontrei

O reino que eu procurava, se é tudo o que eu desejei

E eu digo pensando nele: no meio de vós está

O reino que andais buscando, e quem tem amor compreenderá

 

6) Jesus me ensinou de novo as coisas que eu aprendi

Por isso eu amei meu povo e o livro da vida eu li

E em cada menina moça, em cada moço rapaz

Eu sonho que a minha gente será semente de eterna paz

Nenhum comentário