Grupo Ruah

CANTOS P/ MISSA DA TRANSFIGURAÇÃO DO SENHOR – ano A

Data desta celebração: 06/08/2017

Leituras

 

1ª leitura:  Dn 7,9-10.13-14 = Seu poder é um poder eterno que não lhe será tirado.

Salmo Responsorial: Sl  96 = Deus é Rei, é o Altíssimo, muito acima do universo.

2ª leitura: 2Pd 1,16-19 = Este é o meu Filho bem-amado, no qual ponho o meu bem-querer.

Evangelho: Mt 17,1-9 = O seu rosto brilhou como o sol.

 

Abaixo, seguem alguns cantos litúrgicos (cifras e áudio) indicados para esta celebração:

 

 

 

ENTRADA

(“Transfiguração”, de autor anônimo)

 

     C                          Am               F            G7           C   (F C)

Subindo no Monte Tabor, vamos juntos louvar o Senhor. (2x)

 

    Em         Am             D7            G7  Em     Am             F    G7     C   (F C) 

1) Transfigurará Jesus o nosso redentor  e apagará ódio, pecado e rancor.

 

    Em                 Am         D7              G7   Em          Am               F         G7          C   (F C) 

2) Oh! Que bom será ficar aqui nesse lugar,   dar o coração, amar, amar, pra sempre amar.

 

   F#m            Bm          E7             A7   F#m            Bm                 G      A7  D   (G D) 

3) Mas não poderá ficar aqui neste lugar,  mandará descer e o mundo transfigurará.

 

        D                         Bm              G           A7            D   A7

Descendo do monte Tabor, vamos juntos lutar pelo amor (2x)

 

SALMO RESPONSORIAL

Salmo 96

 

              D            F#m        B7            Em       A7    D
Deus é Rei, é o Altíssimo,    muito acima do universo.

 

    A7                                                  D    F#7                                  Bm
1) Deus é Rei! Exulte a terra de alegria, / e as ilhas numerosas rejubilem!
G                                                    D         E7                                           A7
Treva e nuvem o rodeiam no seu trono, / que se apoia na justiça e no direito.

 

2) As montanhas se derretem como cera ante a face do Senhor de toda a terra;
e assim proclama o céu sua justiça, todos os povos podem ver a sua glória.

 

3) Porque vós sois o altíssimo, Senhor, muito acima do universo que criastes,
e de muito superais todos os deuses.

 

ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

(“Louvor a vós ó Cristo, de autor desconhecido)

 

Em         Am               Em                 C B7 Em

Louvor a vós ó Cristo, rei da eterna glória!

 

Em                                                                  Am

Numa nuvem resplendente fez-se ouvir a voz do Pai:

                                                                  B7

“Eis meu filho muito amado, escutai-o todos vós!”

 

APRESENTAÇÃO DAS OFERENDAS

(“Belo Altar”, de Grupo Ruah)

 

Intr.: E9  G#m7  C#m7  G#m7 A9  F#m7 A/B

 

E9                 G#m7       C#m7                        G#m7

Ao olhar o seu belo altar e ver que resplandeces aqui

A9                          F#m7                          A/B

Sinto-me tocado a ofertar tudo o que tenho a você (2x)

G#m7                             C#m7

Pão e vinho que serão seu corpo e sangue

D                           A/C#                A/B                   

Os meus sonhos, tristezas, alegrias     e o coração

 

F#m7        G#m7  A9               E/G# F#m7

Tudo isto é teu, aceita Jesus

                   G#m7                    B/C# C#m

O pouco que tenho ofereço a você

F#m7        G#m7  A9               E/G# F#m7

Tudo isto é teu, aceita Jesus

                   G#m7                    B/C# C#m

O pouco que tenho ofereço a você

F#m7            A/B                       E9

O pouco que tenho ofereço a você

 

Arranjo: E A C#m B7 

 

COMUNHÃO

(“Mestre, bom é estarmos aqui”, de Pe. Joãozinho)

 

      G     D/F#                     Em  Em/D

1) Mestre, bom é estarmos aqui,

                      Am            Am/G                       D/F#  D7

Reunidos bem perto de Ti,          no silêncio e na paz.

  G     D/F#               Em Em/D                        

Mestre, reunidos no amor,

                       Am             Am/G                     D/F#  D7

Nós viemos ao Monte Tabor       para em Ti repousar.

 

    G            D           Am             G        C           Am               F   D7

E nós cantaremos a mesma canção, unidos no mesmo coração.

    G            D           Am             G       C            Am       D7     G

E nós cantaremos a mesma canção, unidos no mesmo coração.

 

2) Mestre, ao sairmos daqui

Nós iremos teus passos seguir com sementes nas mãos.

Mestre, nós queremos plantar

O teu Reino em todo lugar e crescer como irmãos.

 

PÓS-COMUNHÃO

(“Quando entre nós estás”, de Focolares)

 

Intro: D Bm Bb A (2x)

 

D                  Bm              G         D/F# Em         A

Quando entre nós estás, / Tudo em torno se transforma.

D                   Bm                G       D/F#  Em          A7

Mesmo se o inverno vem, /  Resplandece sempre o sol

D           Bm              G              A

  Tudo parece ouro,  /    A névoa se dilui.

D          Bm         G                  A7

E, como no Tabor,  /    Tudo se transfigura!

 

D                  Bm               G    D/F# Em  A

Quando entre nós estás,  /  Tudo é sabedoria

D              Bm               G       D/F#  Em       A

Nos transfigura em Ti. /  Novos todos nos sentimos,

D             Bm             G              A

  Como discípulos,  /   Plenos de paraíso:

D         Bm          G          A7

Celeste música.  /  E ficar nós queremos

 

D              Bm           G A7      D

Sempre Contigo e em Ti entre nós!

 

ENVIO

(“Alma missionária”, de autor desconhecido)

 

         G  Bm                          Em   C                      G      C                              C/D    

1) Senhor,      toma minha vida nova   antes que a espera       desgaste anos em mim

     G  Bm                        Em     C                             G  C/D                              G   D7

Estou      disposto ao que queiras   não importa o  que seja,    Tu chamas-me a servir

 

         G                 Bm                 C                                     G                              D    D#º

Leva-me aonde os homens necessitem Tua Palavra, necessitem de força de viver

         Em             A7              C            F7/9                 G    D7                          G  (D7)

Onde falte a esperança onde tudo seja triste simplesmente  por não saber de Ti

 

2) Te dou meu coração sincero para gritar sem medo formoso é Teu amor   

Senhor, tenho alma missionária conduza-me à terra que tenha sede de Ti

 

3) E, assim eu partirei cantando, por terras anunciando Tua grandeza, Senhor   

Terei meus braços sem cansaço, Tua história entre meus lábios e a força na oração

 

Nenhum comentário