Grupo Ruah

CANTOS P/ MISSA DO 1º DOMINGO DA QUARESMA – ano C

Data desta celebração: 14/02/2016

Leituras

 

1ª leitura: Dt 26,4-10 = Profissão de fé do povo eleito.

Salmo Responsorial: Sl 90 = Em minhas dores, ó Senhor, permanecei junto de mim!

2ª leitura: Rm 10,8-13 = Profissão de fé dos que crêem em Cristo.

Evangelho: Lc 4,1-13 = Jesus, no deserto, era guiado pelo Espírito e foi tentado.

 

Abaixo, seguem alguns cantos litúrgicos (cifras e áudio) indicados para esta celebração:

 

 

ENTRADA

(“Hino da CF 2016”, de José Antonio de Oliveira e Adenor Leonardo Terra) 

 

Intr: Dm Gm C7 F Bb7+ Em7/5- A7 Dm A4 A7 

 

                    Dm                     A4 A7

1) Eis, ó meu povo o tempo favorável

               Gm                A7    Dm A4 A7

Da conversão que te faz mais feliz;

               Dm            D7               Gm

Da construção de um mundo sustentável

                G#º                               A4  A7

“Casa Comum” é teu Senhor quem diz:

 

           Dm          D7          Gm

Quero ver, como fonte o direito

         C           C/E            F

A brotar, a gestar tempo novo:

         Bb7+                        Em7/5-

E a justiça, qual rio em seu leito,

               A7                     Dm        A4  A7

Dar mais vida pra vida do povo.

 

2) Eu te carrego sobre as minhas asas

Te fiz a terra com mãos de ternura;

Vem, povo meu, cuidar da nossa casa!

Eu sonho verde, o ar, a água pura.

 

3) Te dei um mundo de beleza e cores,

Tu me devolves esgoto e fumaça.

Criei sementes de remédio e flores;

Semeias lixo pelas tuas praças.

 

4) Justiça e paz, saúde e amor têm pressa;

Mas, não te esqueças, há uma condição:

O saneamento de um lugar começa

Por sanear o próprio coração.

 

5) Eu sonho ver o pobre, o excluído

Sentar-se à mesa da fraternidade;

Governo e povo trabalhando unidos

Na construção da nova sociedade. 

 

ASPERSÃO DA ÁGUA

(“Lava-me”, de Celina Borges)

 

 C                                                    F/C

Lava-me nas águas dos rios de Deus, lava-me

Bb                             G/B                 C         G

Lava-me nas águas dos rios de Deus, lava-me

      C                                                          Dm           Dm/C

Mergulha-me nas águas da fonte do amor, mergulha-me

      Bb                             G/B                       C

Mergulha-me nas águas da fonte do amor, mergulha-me

 

                         C                        Dm       Dm/C

Nas águas que curam, águas que limpam

                 G4       G                     C

Águas que saram, águas que purificam

                       C                             Dm       Dm/C

Águas que encharcam, águas que acalmam

                  G4         G                    C            A  A/C#

Águas que limpam, águas que purificam

 

 D                       D7+                Em         Em/D

Põe Tua mão no lugar onde dói, e cura-me

  C                      A/C#                    D            G/A

Põe Tua mão e de novo constrói, restaura-me

  D                            D/F#                  Em           Em/D

Põe Teu olhar onde eu tento esconder a minha dor

  C                          A/C#                   D           A

Mais uma vez não consigo entender o desamor

 

                         D                        Em      Em/D

Nas águas que curam, águas que limpam

                 G/A      A                     D       G/A   A

Águas que saram, águas que purificam

                        D         D/F#            Em      Em/D

Águas que encharcam, águas que acalmam

                 G/A        A                     G      D/F#   Em D4/F#   G/A A

Águas que limpam, águas que purificam   Ô  Ô  Ô  Ô  Ô  Ô

 

 D           D/F#                      Em

Lava-me, ó Senhor nos Teus rios…

G/A        A7         D4 D G/A A

Lava-me, lava-me, lava-me! (2x)

 

SALMO RESPONSORIAL

(Salmo 90)

 

Em                                F#7 B7                                   Em

Em minhas dores, ó Senhor,     permanecei junto de mim!

 

  Em                                     B7                                                         Em

1) Quem habita ao abrigo do Altíssimo / e vive à sombra do Senhor onipotente,

                                                          Am                                                              B7

diz ao Senhor: “Sois meu refúgio e proteção, / sois o meu Deus, no qual confio inteiramente!
2) Nenhum mal há de chegar perto de ti, / nem a desgraça baterá à tua porta;

pois o Senhor deu uma ordem a seus anjos / para em todos os caminhos te guardarem!

 

3 Haverão de te levar em suas mãos, / para o teu pé não se ferir nalguma pedra.

Passarás sobre cobras e serpentes, / pisarás sobre leões e outras feras!

 

4) Porque a mim se confiou, hei de livrá-lo e protegê-lo, / pois meu nome ele conhece.

Ao invocar-me, hei de ouvi-lo e atendê-lo, e a seu lado eu estarei em suas dores!

 

ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

(“Louvor e Glória”, de Ir. Míria T. Kolling)

 

        F   A7    Dm      Bb       F     Gm C7  Am Dm  Gm C7     F  Bb  F

Louvor   e     glória a Ti, Senhor. Cristo palavra,  palavra de Deus!

 

    Dm                                     Gm

O homem não vive somente de pão

            Bb                                    C7

Mas de toda a apalavra da boca de Deus 

 

APRESENTAÇÃO DAS OFERENDAS

(“Todo povo sofredor”, de João Carlos Ribeiro)

 

Am                   Dm   G7                                    C    Am

Todo povo sofredor    /   O seu pranto esquecerá

                                    B°  E7                        Am

Pois o que plantou na dor  /  Na alegria colherá!

                                    B°  E7                        Am

Pois o que plantou na dor  /  Na alegria colherá!

 

Am       E7          Am                               A7                           Dm

1) Retornar do cativeiro fez-se sonho verdadeiro, sonho de libertação

                           Am                 F7+                E                              Am      E7

Ao voltarem os exilados, Deus trazendo os deportados, libertados pra Sião!

 

2) Nós ficamos tão felizes, nossa boca foi sorrisos, nosso lábios só canções

Nós vibramos de alegria: “O Senhor fez maravilhas!”, publicaram as nações!

 

3) Ó Senhor, Deus poderoso, não esqueçais o vosso povo, a sofrer na escravidão!

Nos livrai do cativeiro, qual chuvada de janeiro, alagando no sertão!

 

4) Semeando na agonia, espalhando cada dia, a semente do amanhã!

A colheita é uma alegria, muito canto e euforia, é fartura, é Canaã!

 

COMUNHÃO

(“Povo de Deus”, de Pe. Zezinho – gravação de Luiz Passos)

 

  (A7)            D                          A7                      Em   A7                  D

1) O povo de Deus no deserto andava, / mas à sua frente alguém caminhava.

    D7         G                      D                           Em   A7               D

O povo de Deus era rico de nada, / só tinha esperança e o pó da estrada.

        D7              G               A/G                     F#m   Bm

Também sou teu povo, Senhor, e estou nessa estrada.

                      Em    A7                        D

Somente a tua graça / me basta e mais nada

 

2) O povo de Deus, também vacilava, / às vezes custava a crer no amor.

O povo de Deus, chorando rezava, / pedia perdão e recomeçava.

Também sou teu povo, Senhor, e estou nessa estrada.

Perdoa se às vezes, não creio em mais nada

 

3) O povo de Deus também teve fome / e Tu lhe mandaste o pão lá do céu.

O povo de Deus cantando deu graças, / provou Teu amor, Teu amor que não passa.

Também sou teu povo, Senhor, / e estou nessa estrada.

Tu és alimento na longa jornada

 

4) O povo de Deus ao longe avistou, / a terra querida que o amor preparou.

O povo de Deus, corria e cantava / e nos seus louvores, Teu poder proclamava.

Também sou teu povo, Senhor, / e estou nessa estrada.

Cada dia mais perto da terra esperada (bis) 

 

ENVIO

(“Hino da Campanha da Fraternidade 2002”, de Pe. Zezinho)

 

Intr.: A  D  C#7/5-  F#7  Bm (A Bm)

 

             Bm                       Em                            A                         D

A necessidade era tanta e tamanha, / que a fraternidade saiu em campanha

                   G7+                       F#      C#m7(b5)           F#  (F# E/G# A#° C#° Bm)                    

Andou pelos vales, subiu as montanhas,/ foi levar o seu pão!

             Bm                     Em                              A                                 D

A dor era tanta, injustiça tamanha,/ que a luz de Jesus que seu povo acompanha,

           G7+                         F#       C#m7(b5)    F#            Bm

O iluminou pra viver em campanha,/    em        favor dos irmãos!

 

                   A                  D                             A                                  D

Um só coração e uma só alma, / um só sentimento em favor dos pequenos.

         Em                                                   A          D7+    Bm             C#m7(b5)    F#              Bm

E o desejo feliz de tornar o país / mais irmão e fraterno,/ vão fazer de nós          povo do Senhor:

                                                                                         F#

Construtores do amor, operários da paz, / mais fiéis a Jesus.

                                                              C#m7(b5)         F#7        Bm

Vão fazer nossa Igreja, / uma Igreja mais Santa e mais plena de luz!

                    A                   D7+                 C#m7(b5)                  F#               Bm

Erguer as mãos com alegria, / mas    repartir     também o pão de cada dia! (3x)

Nenhum comentário